quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Simm vai atender exclusivamente pessoas com deficiência e reabilitados do INSS na próxima sexta-feira

Ação voltada para esse público para o Dia D nacional da inclusão social em Salvador.
Por G1 BA
Para celebrar o Dia D nacional da inclusão social, o Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra (Simm) vai atender, exclusivamente, pessoas com

deficiência e beneficiários reabilitados do INNS, na próxima sexta-feira (22).

Nesse dia, o Simm vai oferecer cerca de 200 vagas específicas para este público. Dentre as oportunidades estão vagas para vigia, porteiro, auxiliar de

limpeza, auxiliar de serviços gerais, estoquista, atendente de lanchonete, técnico de apoio ao usuário de informática (helpdesk), enfermeiro, técnico de

enfermagem, maqueiro e auxiliar administrativo.

Os interessados devem se dirigir à sede do SIMM, na Rua Miguel Calmon, 506, Edf. Ouro Preto, Comércio. Basta levar carteira de trabalho, RG, laudo médico

e comprovantes de escolaridade para atualizar ou fazer o cadastro.
 fonte  g1

SANSUNG CRIA O AUDIOGUIA ROCK EXHIBITION: APLICATIVO PARA AUDIODESCRIÇÃO

Criado para proporcionar acessibilidade e levar cultura a um maior número de pessoas, o aplicativo Audioguia Rock Exhibition é uma audiodescrição da exposição

“Nirvana: Taking Punk to the Masses”, que utiliza técnica linguística especializada, traduzindo imagens em palavras e fazendo com que as pessoas cegas

ou com alguma deficiência visual possam, por meio de uma narrativa objetiva, ampliar o entendimento sobre as obras culturais.

A primeira parte do Audioguia Rock Exhibition traz instruções sobre o uso para um melhor aproveitamento por parte do usuário. Em seguida, os áudios são

listados em sequência para que as pessoas possam percorrer toda a exposição, desde a entrada principal, até a saída do local, com explicação total das

peças exibidas e o contexto em que elas se apresentam. A ferramenta contém, ainda, informações de como chegar e contato para caso de dúvidas.

O aplicativo Audioguia Rock Exhibition pode ser baixado gratuitamente por meio do Google Play ou da App Store, para aparelhos Android e iOS.

Audioguia Rock Exhibition: Detalhes da exposição

A mostra está dividida em seis setores:

1 – Introdução
Apresentação dos integrantes da banda: Kurt Cobain como cantor e guitarrista, Krist Novoselic como o baixista e o intenso baterista Dave Grohl.

2- Construindo a Infraestrutura:
Dedicado a explicar as transformações musicais durante o final da década de 1970 e detalhar a nova cena underground. Como as bandas se formam e divulgaram

suas músicas, mesmo não tendo recursos suficientes, e como a indústria se adapta à essa nova demanda. Neste setor encontram-se algumas peças interessantes,

como um grande gráfico que explica este novo movimento musical e também uma parede de discos das bandas underground da época. O visitante é convidado a

ouvir, conhecer ou relembrar algumas das músicas mais tocadas.

3 – O Noroeste Underground:
Explica a origem do Nirvana, que tem sua primeira formação em 1986. O Noroeste Pacífico dos EUA, uma região interiorana, estava destinado a ser o núcleo

da origem do movimento grunge e também o berço de uma das mais conhecidas bandas do mundo. Há ainda mais uma parede de discos nesta ala da exposição composta

por uma playlist bem peculiar de bandas underground desconhecidas.

4 – Grande Vitrine e bandejas:
A grande vitrine se encontra no centro da exposição, abrangendo todos os setores. Nela o visitante vai encontrar roupas, fotografias, objetos pessoais

e documentos.

5 – Legado:
Dedicado a explicar aos visitantes que mesmo após a morte do Kurt Cobain o Nirvana deixa um legado extenso, e que continua a ressoar dentro da cena musical

contemporânea. Artefatos como uma fotografia de um garoto vestindo uma camiseta com a foto de Kurt Cobain em um grande festival de rock anos após sua morte

é uma imagem que comprova esta realidade.

6 – Unplugged:
Ao sair do setor Legado, o visitante encontra em uma sala onde um único grande televisor transmite pequenos documentários e entrevistas sobre toda esta

explosão do Nirvana. Ao final, o show “Unplugged” passa para relembrarmos de uma época rica em musicalidade e rebeldia.

Criada pela Dançar Marketing, com concepção de Pedro Bianco, a Samsung Rock Exhibition é uma plataforma completamente inédita no mercado do entretenimento

e live marketing. Sendo a 1º série da América Latina, o projeto traz exposições exclusivas, nacionais e internacionais, que convidam o público a mergulhar

no universo criativo da música, moda e de astros da cultura pop. Patrocinada pela Samsung, em parceria do Ministério da Cultura e com realização do Instituto

Dançar, a Samsung Rock Exhibition compõe as atividades do calendário 2017 da plataforma Samsung Conecta, que tem por objetivo oferecer experiências únicas

na música e no esporte para os consumidores brasileiros. Depois de uma bem sucedida temporada no Rio de Janeiro, a mostra fica em cartaz em São Paulo,

no Lounge da Bienal (Parque Ibirapuera), até o dia 12 de dezembro.

Organizada pelo Museu de Cultura Pop em Seattle (MoPOP), sob curadoria de Jacob McMurray, a exposição retrata parte da história da revolucionária banda,

eternizada no Hall da Fama do Rock e também da cidade de Seattle, onde a banda ganhou o mundo e virou o epicentro cultural e musical da geração da década

de 1990. A expectativa de público é alta, bem como a perspectiva dos fãs, que aguardam ansiosamente para regressar ao passado e entrar novamente na década

das camisas xadrezes de flanela.

São mais de 200 peças entre instrumentos icônicos, fotos, vídeos, depoimentos, álbuns, objetos pessoais e cartazes, desde a origem do grupo, em Aberdeen,

às grandes turnês internacionais.

Serviço

SP – Lounge Bienal
Pavilhão Ciccillo Matarazzo
End.: Avenida Pedro Álvares Cabral, Portão 3 – Ibirapuera – zona Sul – São Paulo – SP.
De 12 de setembro até 12 de dezembro
Horários de funcionamento: de terça a sexta, das 10h às 19h// sábados, domingos e feriados, das 10h às 20h.

Ingressos:
R$25,00 de terça a quinta-feira
R$35,00 de sexta a domingo
Classificação: 16 anos

Fonte: Sansung NewsRoom

Abertos Jogos Escolares do Estado de São Paulo para seleção da delegação paulista das Paralimpíadas Escolares

Na manhã desta quarta-feira, 20 de setembro, aconteceu no Centro de Treinamento Paraolímpico Brasileirom, na capital paulsita, a abertura dos Jogos Escolares

do Estado de São Paulo – Etapa Paralímpica.

Estiveram presentes na abertura, a Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, Dra. Linamara Rizzo Battistella; o Secretário

de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, Paulo Gustavo Maiurino; e o Secretário Municipal de Esportes e Lazer, Jorge Damião, representando o prefeito da

cidade de São Paulo, João Doria.

Alunos com deficiência do interior de São Paulo e capital particpal dos Jogos Escolares 2017

Durante os dias 20 e 22 de setembro, cerca de 350 alunos com deficiência, de 76 municípios paulistas, participam das competições que selecionarão os atletas

que vão compor a delegação paulista das Paralimpíadas Escolares 2017, evento que acontecerá entre 20 e 25 de novembro, também no mesmo Centro de Treinamento.


A Secretária Dra. Linamara destaca a importância das ações esportivas para a vida de todos. “É importante para toda a sociedade as grandes lições que os

atletas com deficiência trazem para nós, ensinamentos de que cada vez mais devemos nos preocupar com ações que nos unem, com o trabalho conjunto, com a

certeza de que juntos nós superamos grandes barreiras”.

O fato dessa etapa dos Jogos Escolares ser uma definição da delegação paulista para as Paralimpíadas Escolares também foi destaque. Segundo a Secretária,

a competição que acontecerá em novembro é “o maior evento paradesportivo do mundo, onde reuniremos quase dois mil atletas com deficiência nesse mesmo espaço”.


O objetivo dos Jogos Escolares é promover a integração e o intercâmbio dos alunos para ampliar as oportunidades de socialização e aquisição de hábitos

saudáveis, por meio do esporte. Além disso, os Jogos visam descobrir novos talentos para o esporte.

Os Jogos Escolares contam com 11 modalidades disputadas: atletismo, natação, bocha, futebol de 5, futebol de 7, goalbol, judô, tênis de mesa, tênis em

cadeira de rodas, vôlei sentado e basquetebol em cadeira de rodas. Os participantes são jovens com deficiência física, visual ou intelectual, com faixa

etária entre 12 e 17 anos, matriculados em escolas do ensino fundamental e médio de escolas públicas e particulares do Estado de São Paulo.

Conheça a programação do evento e participe:
http://jeesp2017.com.br/arquivos/programacao-oficial.pdf

Visita ao CT Paraolímpico Brasileiro
Logo após a abertura dos Jogos, a Secretária Dra. Linamara liderou uma visita ao CT Paraolímpico Brasileiro, acompanhada por Steve St. Angelo, CEO América

Latina e Caribe e chairman da Toyota do Brasil e da Argentina; Ricardo Bastos, Diretor de Relações Públicas e Governamentais da Toyota do Brasil e Artaet

Martins, Assessor da Presidência em Sustentabilidade na Ecorodovias Concessões e Serviços em São Paulo e Região.

Dra. Linamara ao lado dos representantes das empresas Toyota e Ecorodovias

A Secretária Dra. Linamara destacou a presença dos representantes da Toyota. “A Toyota aqui no Brasil, e no mundo inteiro, tem tido como alvo trabalhar

junto com as pessoas com deficiência. Vocês fazem a sociedade cada vez melhor, cuidam para que o desenvolvimento em nosso país seja sempre inclusivo. Juntos

trabalhamos para que o mundo seja cada vez melhor para todos viverem”.

Referência internacional em treinamento e avaliação dos atletas paradesportivos, o Centro de Treinamento tem como objetivo fomentar o paradesporto brasileiro,

criando condições para que os atletas se destaquem nas competições, dando ênfase às técnicas avançadas e novas tecnologias.

O CT contempla 15 modalidades paralímpicas: atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha, natação, esgrima em cadeira de rodas, futebol de 5, futebol

de 7, goalball, halterofilismo, judô, rúgbi, tênis, tênis em cadeira de rodas, triatlo e voleibol sentado. Ele está dividido em 11 setores que englobam

áreas esportivas de treinamento, hotel, centro de convenções, laboratórios, condicionamento físico e fisioterapia.

O Centro é fruto de uma parceria do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, com o Governo

Federal, pelo Ministério do Esporte, e o Comitê Paralímpico Brasileiro.

fonte secretaria dos direitos da pessoa com deficincia

Metrô terá programação artística no Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência

Evento será em estação de grande movimento da linha 3 Vermelha

Apresentações ocorrem na estação Tatuapé das 12h às 19 h com a participação de entidades de assistência e apoio

ADAMO BAZANI

Esta semana é marcada por diversos eventos no calendário nacional.

Além de ser a Semana da Mobilidade, com o Dia Mundial sem Carro, em 22 de setembro, também há outro evento emblemático.

É o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência, no dia 21 de setembro.

A data foi instituída oficialmente pela Lei Nº 11.133, de 14 de julho de 2005, mas já era informalmente celebrada desde 1982, por sugestão do ativista

Cândido Pinto de Melo, do Movimento pelos Direitos das Pessoas Deficientes – MDPD, que se reunia desde 1982.

Com conquistas a comemorar, mas ainda com muitas reivindicações não atendidas, a data reúne discussões e atividades para valorizar e inserir na sociedade

pessoas com deficiência.

Nesta quinta-feira, 21, por exemplo, uma das ações ocorre no Metrô de São Paulo.

Das 12h às 19h na Estação Tatuapé serão realizadas diversas apresentações artísticas, muitas das quais, por grupo formados por pessoas com diferentes tipos

de deficiência.

Entre as instituições participantes estão: Rede Lucy Montoro, Faculdade de Medicina da USP, AACD, CAPS Infantil Artur Alvim, Instituto Santa Teresinha,

entre outras. Também haverá apresentações da Banda dos Seguranças do Metrô e Coral da Polícia Militar.

Todas as atrações são gratuitas.

Confira a programação:

09/ebentometr0

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes
fonte Diário do Transporte

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Orquestra Hanbit se apresenta gratuitamente no Brasil

Única companhia no mundo formada exclusivamente por músicos com deficiência visual, a orquestra sul-coreana se apresenta pela turnê “Hope Concert – Music

in the Dark”
A única Companhia de Artes do mundo formada, exclusivamente, por portadores de deficiência visual, a “Orquestra Hanbit” da Coreia do Sul chega este mês

a São Paulo. Serão duas apresentações em São Paulo, nos dias 21 e 23 de setembro; e uma em Tatuí (interior do estado) no dia 25. A realização do espetáculo

é de responsabilidade da Ampliart Difusão Cultural, Rafa Music e Galeria Central. Todas as apresentações têm entrada gratuita.

A turnê “Hope Concert – Music in the Dark” (Concerto da Esperança – Música no Escuro” é inédita no Brasil, mas tem em seu portfólio mais de 150 apresentações

em sua Terra Natal e, no exterior, recebeu inúmeras críticas positivas, especialmente por “tocar com a alma”.

Músicas internacionais e brasileiras compõem o repertório imperdível desta turnê que possui um enorme impacto social para a comunidade de pessoas com deficiência

visual. Para a diretora geral do evento no Brasil, Sandra Mimoto Torres, o concerto trará ao público brasileiro entusiasmo e a esperança de um mundo melhor.

“Um lugar em que todas as pessoas, deficientes ou não, possam ter oportunidade para o desenvolvimento pessoal e profissional”, emociona-se.

Hanbit Chamber Orchestra & Hanbit Brass Ensenble

Na turnê brasileira, a Hanbit Performing Arts Company será representada pela Hanbit Chamber Orchestra composta por instrumentos de cordas e sopro, com

um repertório que vai do clássico tradicional à música contemporânea, incluindo músicas de filmes e pop e pela Hanbit Brass Ensenble, o grupo de metais

que inclui músicas clássicas, pop, jazz e apresentações impactantes.

Música com perfeição

Pessoas com deficiência visual, em sua maioria, possuem uma excelente audição e, aproximadamente, 80% dos cegos tem ouvido absoluto, que é a capacidade

de formar imagem auditiva interna de qualquer som.

A música clássica é composta por uma lógica mais complexa. São instrumentos, ritmos, sons, cada um ao seu tempo, que, regidos por um maestro, confluem

para uma sonorização mais profunda, envolvente e emocionante. Viver a experiência de assistir a um concerto de música clássica auxilia numa percepção menos

óbvia da música, da cultura, e da vida, fornecendo elementos que permitem o desenvolvimento de um senso crítico, exercitando raciocínios e interpretações

diferentes aos quais estamos acostumados. “É um exercício para os ouvidos e para a alma”, completa Sandra.

Sobre a Hanbit Performing Arts Company

A Hanbit Performing Arts Company foi criada em 2003 em Seul, Coréia do Sul, originalmente como Hanbit Brass Ensemble. A companhia desenvolveu uma nova

forma de reabilitação ocupacional para pessoas com deficiência visual, ajudando a combater o preconceito contra os deficientes. O projeto sugere formas

de enfrentar os problemas sociais e curar feridas através da música de alta performance, promovendo a inclusão e estimulando a criatividade e perseverança

entre seus membros.

A companhia também trabalha com projetos sociais de inclusão, contribuindo para a criação de uma sociedade mais igualitária e ajudando na solução de problemas

como altas taxas de suicídio, crises familiares, violência, sentimento de alienação e perda etc. Esse trabalho é realizado através do Hanbit Charity Choir

e da Modern Pop Band Blue Ocean.

Hanbit Orchestra – “Hope Concert – Music in the Dark” – São Paulo (Barra Funda)
Quando: 21/9, às 21h
Onde: Theatro São Pedro
Endereço: R. Albuquerque Lins, 207, Barra Funda, São Paulo – SP
Obs.: Encerramento das celebrações do Dia de Luta da Pessoa com Deficiência, promovido pela Secretaria dos Direiros da Pessoa com Deficiência.
Participação especial: CORALUSP
Ingresso: Gratuito

Hanbit Orchestra – “Hope Concert – Music in the Dark” – São Paulo (Sumaré)
Quando: 23/9, às 20h
Onde: Unibes Cultural
Endereço: Rua Oscar Freire, 2500 – Sumaré
Participação Especial: CORALUSP
Ingresso: Solidário: Doação de um agasalho
Informaçõe no
site da Unibes Site externo

Hanbit Orchestra – Tatuí
Quando: 25/9, das 15h
Onde: Conservatório de Tatuí
Endereço: Rua São Bento, 415 – Centro
Participação Especial: Concerto com a participação do CORALUSP
Bate-papo com músicos e alunos às 20h
Ingresso: Gratuito

Fonte: Assessoria

via vida mais livre

A Bengala Verde tem o prazer de convidá-los para comemorar juntos com o Metrô o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência

Você Sabia?

✓ No Brasil, mais de 6,5 milhões de pessoas têm alguma deficiência visual.
✓ 528.624 pessoas são cegas.
✓ 6.056.654 pessoas tem baixa visão.
A Bengala Verde tem o prazer de convidá-los para comemorar juntos com o Metrô o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência

Quando? 21/09
Onde? Estação Tatuapé do Metrô em SP.
Horário? das 12h às 19h
Venha participar!
Contamos com sua presença!

www.bengalaverde.org.br
facebook.com/bengalaverde
#bengalaverde

Brasil: Serviço de Reabilitação Visual da FCEE volta a atender pacientes pelo SUS

A Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) e a Secretaria de Estado da Saúde reforçaram a retomada na prestação de serviços de reabilitação visual

aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) com assinatura de convênio na manhã desta quinta-feira (14), na sede da FCEE, em São José.

Participaram do evento o presidente da FCEE, Eliton Verardi Dutra, o secretário de Estado da Saúde, Vicente Caropreso, e o deputado estadual José Nei Ascari,

presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc).

O Serviço de Reabilitação Visual e Adaptação de Prótese Ocular (SRV) teve seu atendimento interrompido em março de 2015 devido à falta de médico oftalmologista.

Neste período, foram realizados apenas atendimentos de retorno e a usuários que já possuíam laudo médico graças a contratações emergenciais de oftalmologistas

por curtos períodos.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) repassará mensalmente R$ 49.953,70 para a FCEE atender pessoas com baixa visão, cegueira e as que necessitam de próteses

oculares. Por ano, serão alocados R$ 599.444,40 para o serviço. Além de disponibilizar os equipamentos, a FCEE contratou oftalmologista e cedeu o espaço

para atendimento dos pacientes.
Único no estado, o Serviço de Reabilitação Visual e Adaptação de Prótese Ocular da FCEE funciona no campus da instituição, em São José, na Grande Florianópolis,

e é composto por uma equipe multidisciplinar, com oftalmologistas especialistas em Baixa Visão, optometrista, assistente social, psicólogo e professores

especialistas em Reabilitação Visual, Avaliação Funcional da Visão e Orientação e Mobilidade.

Voltado para pacientes com deficiência visual (cegos e com baixa visão) e com perdas ou atrofia ocular, o SRV passou a atender pacientes do SUS em 2005,

quando foi firmado um convênio entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e o Ministério da Saúde. Na ocasião, a FCEE passou a ser credenciada como centro

de referência em Santa Catarina na área de Reabilitação Visual, realizando atendimento a usuários do SUS de todo o estado de Santa Catarina.

Instituído no início década de 1990 através de convênio firmado com a Organização Nacional dos Cegos da Espanha (Once), que possibilitou a capacitação

de profissionais em Madri, bem como a aquisição de equipamentos e recursos ópticos especiais para o atendimento a pessoas com baixa visão, o Serviço de

Reabilitação Visual da FCEE sempre foi uma referência no Brasil, tendo tornado o estado um dos pioneiros neste tipo de atendimento.

Fonte:
www.floripanews.com.br/noticia/14799-servico-de-reabilitacao-visual-da-f...